Você sabe o que é pilates solo? O pilates está ganhando cada vez mais admiradores por aí. Além da técnica convencional, agora é possível contar com o método solo.

A modalidade que alia concentração, respiração, centralização, controle, precisão e fluidez traz diversos benefícios à saúde, mas ainda gera muita dúvida em quem não a conhece.

Esse é o seu caso? Então continue a leitura, pois neste post, trazemos tudo o que você precisa saber sobre o pilates solo. Confira!

O que é pilates solo?

O pilates solo tem esse nome porque os exercícios são feitos com o peso do próprio corpo contra a ação da gravidade.

Dessa maneira, ele é feito sobre um colchonete ou tatame com ou sem a ajuda de acessórios, como caneleiras, faixas elásticas, bola suíça e alteres.

Qual é a diferença para a metodologia convencional?

A diferença do pilates solo para o convencional é a utilização de aparelhos. Enquanto o primeiro pode ser feito apenas com o próprio corpo, o segundo necessita de equipamentos específicos.

No pilates tradicional, há a possibilidade de regular a intensidade dos exercícios, já no solo isso não é possível. Sendo assim, ele exige mais esforço durante os exercícios, o que pode gerar um resultado mais rápido.

Embora o praticante precise de força muscular, equilíbrio, alongamento e consciência corporal, os movimentos não são difíceis de serem executados.

Apenas é necessário que haja treino para que o corpo ganhe as condições para executar os movimentos de forma mais efetiva.

Quais são os principais exercícios?

Como o pilates solo exige mais do praticante, é preciso iniciar com exercícios mais simples e que não demandam tanto esforço e habilidade. Assim, evita-se a sobrecarga nos músculos e nas articulações.

Pensando nisso, trouxemos alguns exemplos de movimentos indicados para iniciantes:

  • respiração correta;
  • elevação de perna;
  • centenas (um tipo de exercício abdominal).

Para que o aluno tenha um bom aproveitamento das aulas é preciso ter concentração para executar os movimentos de maneira correta.

Dessa forma, os resultados esperados são vistos mais rapidamente, como tonicidade, força muscular e equilíbrio.

Além disso, é importante se preocupar com a respiração para manter o fluxo de entrada e saída do ar. A dica é não prender a respiração enquanto faz os exercícios.

Quais são os benefícios?

Independentemente de qual seja a metodologia do pilates — solo ou com aparelhos — ele tem vários benefícios. A seguir, confira os principais:

  • maior consciência corporal;
  • ajuda a eliminar toxinas;
  • reduz o estresse e a ansiedade;
  • melhora da qualidade do sono;
  • alívio de dores musculares e crônicas;
  • melhora da postura;
  • maior tônus muscular;
  • melhora da capacidade respiratória;
  • melhora da circulação sanguínea.

Embora o pilates solo não exija os aparelhos para ser praticado, é fundamental contar com uma boa academia que ofereça a modalidade, como a Nad’arte.

Praticar os exercícios sozinho, sem acompanhamento de um profissional, pode favorecer o surgimento de lesões e não dar o resultado esperado.

Agora que você já sabe o que é pilates solo procure por uma academia com instrutores qualificados para praticar a técnica e usufruir de seus benefícios.

Você já conhece a Academia Nad’arte? Entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais sobre as modalidades que oferecemos!

Academia Nadarte
Escrito por Academia Nadarte